Símbolos

Bandeira:

Bandeira oficial do URSO.

A bandeira oficial do URSO é dividida por três partes iguais. O branco fica ao centro, com o escudo. Á direita do escudo fica a parte azul, com a parte vermelha se posicionando á esquerda do escudo. A ideia é unir todos os torcedores em torno do URSO, sem que diferenças municipais e/ou regionais atrapalhem. Um clube ganhou um formato tricolor em 2000 (vide página História), igualitariamente, com a intenção de que as fortes diferenças políticas não interferissem no URSO como clube de todo o município e região, e não somente de parte da população. O branco representa a paz. Todo cuidado foi tomado, inclusive com as cores ficando lado a lado, e com o mesmo espaço. Passam-se administrações nos municípios da região, mas o clube não abre mão das cores do seu pavilhão.


Escudo:

Escudo oficial do URSO.

 

 

O 1º escudo vinha com as iniciais CAMN, em vermelho e branco, com detalhes pretos. Com o advento do azul ao clube, em 2000, mais a escolha do mascote, no mesmo ano, o escudo passou a ter o seu mascote, ladeado por duas bolas de futebol, e as letras URSO substituindo a anterior, em azul, branco e vermelho. Em 2010, com o a inscrição União Recreativo Social Olímpico, o escudo passou a contar com o nome do município de origem (Mundo Novo) e da região e estado que faz parte (Conesul/MS). Abaixo, ainda, a data da sua fundação (1997).

 

 


Mascote:

Urso pardo é o seu mascote desde a sua profissionalização.

A ideia do mascote do clube surgiu no ano 2000, na sua profissionalização. Entediado dos tradicionais mascotes dos times brasileiros (Leão, Tigre, Galo…) a nova diretoria buscou algo diferente para chamar a atenção e que caísse no gosto dos torcedores de Mundo Novo e da região. Deu certo. Já no 1º ano, o novo mascote era reverenciado como nome do Tricolor do Conesul.

Urso Pardo, agressividade para se defender e alimentação à base de mel e peixes.

Perfeito para quem mora em um município que se intitula a “Cidade do Peixe”

e que tem bom desenvolvimento na área de apicultura.

Estátua

Uma grande estátua foi construída pelo artista plástico Altair Fachetti, inclusive com uma toca em anexo, e virou cartão-postal. Era comum, em 2000, pais trazerem seus filhos para baterem as fotos com o Urso em sua toca (em frente ao Estádio Municipal Cacildo Cândido Pereira). O próprio estádio passou a ser chamado por torcedores e imprensa estadual de Toca do URSO.

Porém, com a mudança de sede do URSO em 2001, para Iguatemi, o mascote foi levado para a nova “Toca do URSO” (Estádio Adão Mendes). A sua toca, em frente ao estádio em Mundo Novo, desapareceu.

Na volta para Mundo Novo, em 2003, o Urso (estátua) passou a “morar” em cima dos vestiários. Depois, foi transferido para a sua sede provisória, na Av. Castro Alves (2008). Voltou ao estádio, em cima dos vestiários (2009).

Em 2017, a estátua do Urso voltou ao seu lugar de origem, à frente do estádio. Ganhou ainda um filhote – que representa as suas Categorias de Base -, também construída por Altair Fachetti. Uma base – não chega a ser a toca de 2000, mas é uma base para completar uma toca – também foi feita. O que o clube e seus torcedores espera é que a estátua do mascote do clube ali permaneça.